Alegram-se os céus e a terra baila

 

Música barroca portuguesa para o Natal

Este programa consiste em música escrita inteiramente em Portugal e por portugueses, concretamente pelos mestres compositores do Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra, durante os primeiros anos do reinado de D. João IV (ca. 1640-50). Totalmente cantadas em línguas vernáculas (português, castelhano, galego e no idioma estilizado dos escravos e alforriados africanos residentes em Portugal no século XVII), serão interpretadas obras devocionais e festivas compostas expressamente para o Natal.

Meticulosamente esculpida por mãos magistrais, a música deste programa procura, através do som, veicular e potenciar os afectos associados à celebração da Natividade.

Através de diferentes paisagens e metamorfoses poéticas e sonoras, oferecem-se diferentes olhares sobre o Jesus infante…

Reverência pela divindade que desce ao Mundo sob a forma de um recém-nascido.

Ternura pela mãe que aconchega e aquece o seu delicado menino.

Júbilo e esperança na redenção que tão luminoso ser aporta.

Alegram-se, pois, os Céus ao ver que na Terra se canta e baila…